Perder documentos pessoais pode causar prejuízos financeiros

Registro de perda ajuda a reduzir riscos

D

e acordo com pesquisas realizadas pela Serasa Experian, basta perder os documentos para dobrar a probabilidade de você ser vítima de uma fraude. A perda ou roubo de documentos pessoais é mais frequente em eventos como jogos de futebol e shows, nos quais há grande concentração de pessoas. De posse dos dados das vítimas, os criminosos aproveitam a oportunidade para praticar fraudes contra o comércio.

O que muita gente não sabe é que o registro imediato da perda ou do roubo de documentos em serviços de proteção ao crédito, como o Serasa, ajuda a reduzir o risco e evitar a dor de cabeça de ter dados pessoais utilizados por golpistas. E quanto mais rápida for a comunicação do extravio de documentos, melhor. Assim que terminar, o consumidor já passa a contar com a ajuda do serviço antifraude do Serasa, conhecido como MeProteja, que acompanha 24 horas por dia a movimentação do CPF roubado ou perdido.

Se o número do documento for consultado por alguma empresa, o serviço MeProteja enviará instantaneamente uma mensagem de celular (SMS) para o consumidor que registrou o roubo, informando quando e em que local se deu o uso do documento. Desta forma, o consumidor sabe identificar se foi ele mesmo quem usou seu CPF ou se, naquele momento, está sendo vítima de fraude.

“A agilidade para evitar danos é fundamental. O consumidor liga na mesma hora para a central exclusiva do Serasa, que está preparada para ajudar o cidadão”, diz Maria Zanforlin, superintendente de serviços ao consumidor da Serasa Experian. O MeProteja também envia relatórios por e-mail, informando se depois do roubo ou extravio houve abertura de alguma empresa utilizando o número do CPF cadastrado no Serasa, entre outros serviços. Se o consumidor identificar no relatório qualquer movimentação estranha no seu CPF, deve entrar em contato com a central de atendimento da Serasa que trata exclusivamente desses casos, pelo telefone (11) 3003-6300, que funciona todos os dias da semana, das 8h às 20h.

Como me cadastro?
Para fazer o cadastro gratuito do extravio de folhas de cheques e documentos (como o RG, carteira de trabalho, CPF, carteira de habilitação e título de eleitor), basta acessar a página do MeProteja na internet ou ligar para a Central de Atendimento ao Consumidor da Serasa, no telefone (11) 3373-7272, que funciona nos sete dias da semana, das 8h às 20h.

Boletim de Ocorrência
Porém, o cadastro feito no Serasa não substitui nem dispensa o registro do roubo ou extravio em um Boletim de Ocorrência (BO). Essa atitude é importante para que você não seja responsabilizado, caso seus documentos sejam utilizados indevidamente. Imagine a dor de cabeça se o ladrão fizer um assalto e for pego usando o seu documento. Tendo em mãos o BO, fica mais fácil se livrar da falsa acusação. Neste caso, você pode ir até a delegacia de polícia mais próxima ou até registrar o fato pela internet, pelo site da Polícia Civil do seu Estado.

Cheques
Se você foi roubado ou perdeu cheques e cartões de banco, deve:

  • entrar em contato imediatamente com seu banco, informando o fato e pedindo o cancelamento dos cartões ou cheques roubados;
  • se o registro for feito por telefone, peça e anote o número do protocolo para provar, se necessário, que você notificou o acontecido;
  • em seguida, leve o BO até a sua agência para ser protocolado. Leve duas cópias: uma fica no banco, a segunda fica com você, depois do funcionário confirmar o recebimento com assinatura e carimbo;
  • exija também algum tipo de recibo, atestando que notificou a ocorrência por telefone. Para isso, vai precisar do número do protocolo de atendimento que deve ter anotado;
  • no caso de roubo ou extravio de cartões de crédito, você deve entrar em contato com a administradora do cartão e tomar as mesmas medidas acima. Informe-se quais os procedimentos que podem ser feitos pela internet e guarde todos os e-mails, enviados e recebidos, que dizem respeito ao caso.

Tags: consumo dívidas documentos Serasa

Veja mais